Crise… Mas que crise?

Padrão

Há alguns meses atrás, diantes de jornalistas ávidos por respostas sobre a posição do país perante a eclosão da crise mundial, o atual presidente da República afirmou que a situação, em vez de preocupante, deveria ser considerada como uma oportunidade. Tempos depois, ele criticou os prefeitos que decidiram cortar verbas do orçamento devido a crise.
Agora, que a realidade está lhe batendo a porta, o Governo Federal decide cortar os gastos federais. Segundo o Correio Braziliense, o corte será de R$ 21,6 bilhões de reais e afetará, sobretudo, as novas contratações de servidores públicos.
Na iniciativa privada, houve uma queda de 40% no lucro líquido das empresas no último trimestre de 2008. Segundo reportagem do Portal Exame, o estudo da consultoria Economática aponta que o setor mais afetado foi o setor de construção civil, onde contrutoras e incorporadoras saíram de uma situação de lucro para prejuízo, em uma variação de cerca de 178%.
É, e a crise não existia.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s