A dissidente da dissidência

Padrão

Imagem: J.Freitas / AS

Heloísa Helena começa a demonstrar que os seus dias de PSOL estão chegando ao fim. A presidente do Partido Socialismo e Liberdade, candidata ao senado pelo estado de Alagoas, fez aquilo que nenhum dirigente de seu partido gostaria de fazer: declarações de apoio à candidatura Verde, encabeçada por Marina Silva.

Nem é preciso dizer que ela acabou comprando briga com os caciques do partido. Plínio de Arruda Sampaio (PSOL – SP), pré-candidato do partido à presidência e um dos fundadores da legenda, soltou o verbo no Twitter. Trocando em míudos, ele questionou a posição da ex-senadora e sua legitimidade como presidente da legenda.

Agora vamos analisar os fatos. Não é de hoje que HH se declara favorável à candidatura de Marina. Aliás, o próprio PSOL chegou a negociar um apoio à empreitada da senadora acriana, também uma dissidente do PT. Ela saiu do partido no ano passado, após uma gestão turbulenta no Ministério do Meio Ambiente, para alçar novos voos em sua carreira política.

Será uma briga de cachorro grande. E de cachorros bem grandes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s