Frequencia Modulada (FM) ainda é sinônimo de sucesso

Padrão

Imagem: Technabob.com

As rádios FM não param de surpreender. Mesmo na Era Web, eis que elas se reinventam, e agradam ao público.

A tecnologia inventou o Walkman, depois o Mini Walkman, o IPod, o Mp3, e tantos outros aparelhos reprodutores de áudio. Da fita cassete à música digital. E mesmo com todos esses feitos, as rádios FM’s continuam de pé. E se reinventando.

O fenômeno FM, que balançou o dial principalmente no início da Década de 80 (para saber mais, leia a matéria “A Revolução das FMs“, Revista Veja, 27/06/1984), vai ganhando ainda mais força neste início da segunda década do século XXI. A fórmula consagrada “música e humor” ainda dita as regras nas FMs de todo o Brasil. Agora, ganha força também o futebol e a notícia.

Só na última semana em São Paulo, os grupos Estado e Bandeirantes apresentaram novidades em suas mídias radiofônicas. A antiga Eldorado dá lugar a nova Rádio Estadão/ESPN (92,9 MHz), parceria com a Disney & ESPN Media Networks. Na programação, notícias de qualidade com o DNA da Agência Estado e transmissões dos principais campeonatos de futebol do Brasil e das partidas da Uefa Champions League, com a marca da ESPN Brasil. Já a Eldorado assume o lugar da Brasil 2000, nos 107,3 MHz, transmitindo a sua programação musical diversificada.

A BandNews FM, rádio que herdou o lugar da famosíssima Rádio Cidade de São Paulo (que também atendeu pelo nome de Rádio Sucesso), incrementa a receita do “Só Notícias, Só FM”. Espelhada na sua concorrente CBN, que transmite jogos de futebol desde 2005, inseriu em sua grade a programação esportiva. Seu primeiro jogo foi o clássico São Paulo X Corinthians, com a narração de Odinei Edson.  Contudo, a sua primeira experiência com o futebol foi durante a Copa de 2010, quando transmitiu em rede com a Rádio Bandeirantes, com uma boa aceitação do público. Agora, com equipe esportiva própria, deverá trilhar um caminho de sucesso.

Aliás, a pioneira na transmissão de Futebol pela FM em São Paulo foi uma das rádios do grupo, a Band FM (a equipe de esportes era comandada por Éder Luís, hoje na Transamérica).

Mesmo as rádios musicais vêm alterando um pouco de seu DNA para atender o gosto do público. A Alpha FM, por exemplo, mantém em sua programação 3 programas com informações jornalísticas : o “Musica e Informação”, das 6 às 8 h  da manhã, o “Alpha Ilustrada”, das 18 às 19 horas e o Toda Hora, que apresenta boletins durante a programação.

A Transamérica, outra FM que há anos adotou a fórmula “música + futebol”, também investe em conteúdo jornalístico. Desde 2006, é apresentado o “Primeiro Programa“, de segunda à sexta-feira, das 6 às 7 da manhã, por Irineu Toledo e Renata Leite.

E até a rádio Jovem Pan FM, que tem em sua grade uns dos grandes cases de sucesso na FM, o Programa Pânico de Emílio Surita e Cia., tem apresentado no começo da manhã o “Jornal da Manhã“, produzido pela rádio AM. Nos finais de semana, a rádio também transmite a famosa Jornada Esportiva Jovem Pan, com a equipe de Flávio Prado.

Como pode se ver, as rádios FMs vivem em constante mudança, adaptando seu conteúdo para os seus “clientes”, exigentes e cada vez mais antenados.

Para saber mais:

Veja São Paulo – Nova Rádio Estadão/ESPN segue onda das FMs que só veiculam informações

Revista Imprensa, ed. 265 (março/2011) – Notícia com frequência

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s