PSD e o futuro das eleições paulistanas

Padrão

Imagem: AE

Gilberto Kassab. Ex-integrante da tropa de choque do malufismo. Ex-secretário municipal do planejamento durante a conturbada gestão de Celso Pitta. Ex-vice-prefeito da aliança PSDB-DEM (durante o governo Serra). Fundador do Partido Social Democrático (definido pelo próprio Kassab como um partido que “não é de direita, nem de esquerda e nem de centro“).

Depois de uma vitória surpreendente contra Marta Suplicy na disputa pelo Palácio Anhangabaú em 2008, Kassab concentrou seus esforços para se tornar protagonista no cenário político nacional. É apontado como um dos responsáveis pela decadência do DEM. Criou seu próprio partido e se aproximou de ex-desafetos. A presença do neo-cacique paulistano na festa de aniversário do PT, na última quinta-feira (09/02/2011), nada mais é do que mais uma demonstração da filosofia política de seu partido: fazer alianças com qualquer um, desde que o partido seja beneficiado.

A postura adotada pelo PSD é a grande incógnita que poderá ser decisiva para a sucessão de Kassab. Afinal, quem dispensará o apoio de um partido como o PSD? Que costura acordos e, ainda por cima, está à frente da máquina pública e tem uma bancada no Congresso Nacional respeitável (em número de deputados).

Não é a toa, PT e PSDB cortejam o apoio do atual prefeito. Com a aproximação cada vez maior entre Kassab e o PT, surgem situações constrangedoras, como as vaias da cerimônia petista de quinta e o afastamento de Marta da campanha de Fernando Haddad à prefeitura, além das frases “amistosas” do líder do PSD:

“A sua preocupação é a preocupação de quem já exteriorizou em alguns momentos sua discordância com nossa administração, foi nossa adversária, e eu vejo com muita naturalidade. Eu não acredito que a Marta nos tenha como inimigos. Ela nos teve como adversários“.

Bom, não sei aonde darão estes flertes. Mas não será novidade se em algum momento Kassab e Marta estiverem no mesmo palaque fazendo campanha juntos.

Greves ameaçam transporte público em São Paulo

Padrão

Os usuários de transportes públicos da cidade de São Paulo poderão ter dificuldades para chegar aos seus compromissos. O motivo é a ameaça de greve dos Motoristas e Cobradores de ônibus e dos Metroviários, previstas para as próximas semanas.

Greve de ônibus dia 13/02/2012

Em assembleia realizada na tarde de segunda-feira (06/02/2012), os motoristas e cobradores de ônibus da capital paulista resolveram entrar em greve, devido a situação envolvendo o repasse das multas de trânsito aplicadas pela SPTrans (empresa responsável pelo controle das linhas da cidade).As companhias de ônibus estão repassando o valor total da infração para os condutores dos veículos, afetando o salário dos motoristas.

Segundo os motoristas, algumas das multas aplicadas não são fruto da atuação profissional, e sim de fatores como a má conservação dos veículos e os atrasos decorrentes do trânsito da cidade, um dos maiores do planeta. Já as empresas afirmam que as multas só são descontadas do salário quando o erro for do motorista, como não parar nos pontos, parar longe das plataformas, falar ao celular enquanto dirige ou não usar o cinto de segurança.

Em nota, divulgada na sexta-feira, dia 03/02/2012, a SPTrans afirmou que a Justiça concedeu uma liminar a pedido da Prefeitura de São Paulo para impedir a realização da greve. Segundo a assessoria de imprensa da SPTrans, os motoristas que entrarem em greve podem ser multados.

Os trabalhadores afirmam que o valor desta multa é irrisório e a decisão da Justiça não vai impedir a greve geral dos trabalhadores.

Metro pode parar dia 28/02/2012

O Sindicato dos Metroviários sinalizam para uma paralização para o próximo dia 28/02/2012.  Se concretizada, quase a totalidade do sistema metroviário não funcionará. A linha 4 Amarela, administrada pela Via Quatro, poderá funcionar normalmente, pois seus funcionários não são registrados como metroviários.

A categoria entrou em estado de greve na noite do dia 07/02/2012, após assembleia, reivindicando o pagamento integral do valor referente à participação nos resultados da empresa, já que a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) teria a intenção de desembolsar apenas 92% desse total.

Uma nova assembleia está marcada para o dia 23/02/2012, para discutir uma eventual contraproposta da companhia. Do contrário, os trabalhadores do sistema metroviário de São Paulo cruzarão os braços no dia 28.

Fontes: Blog Ponto de Ônibus, Band e Estadão.com

 

(Segundo informações apuradas neste final de tarde de sexta-feira (10/02/2012) pela Rádio BandNews FM, os motoristas e cobradores de ônibus resolveram cancelar a greve programada para segunda-feira)

Citação

“Estou orgulhoso de chegar a esta marca. Nunca achei que jogaria 200 jogos pelo United. Muita gente dizia este tipo de coisa, que minha contratação era de marketing, mas hoje ninguém mais fala nada e estou muito feliz, porque provei que jogadores asiáticos podem, sim, se dar bem em um nível alto do esporte como é o europeu”

Palavras do sul-coreano Ji-Sung Park, que completou a marca de 200 jogos com a camisa do Manchester United.

Fonte: Globoesporte.com

Citação
“Oscar acreditou em empresário e vai aguentar as consequências”
Declaração do diretor jurídico do São Paulo Futebol Clube, Kalil Rocha Abdalla, após decisão do Tribunal Regional do Trabalho em que anula a rescisão contratual do meio-campo Oscar, revelação do clube do Morumbi, que havia abandonado o clube para jogar no Sport Club Internacional. A decisão é de segunda instância, portanto ainda cabe recurso. Mas o jogador deverá aguardar a nova decisão treinando no clube paulista (caso não haja um acordo financeiro antes disso).
Citação

 “Não adianta o cara treinar e depois ir na churrascaria”

Fábio Mahseredjian, preparador físico do Sport Club Corinthians Paulista, em entrevista para a rádio Bandeirantes, indicando que alguns jogadores (ou “Imperador & Cia”.), andam cometendo excessos na alimentação neste início do ano. Hoje, foi anunciado que o Imperador ficará em regime de concentração até a véspera do confronto contra o São Paulo, no próximo Domingo (12/02/2012).

Fonte: Estadão.com e Site do Corinthians

#CPTM quer reduzir tempo de intervalo entre trens

Padrão

Trens da CPTM. As linhas passam por modernizações, visando o aumento da eficiência do transporte ferroviário na região Metropolitana de SP.

A CPTM quer reduzir o intervalo de tempo entre os trens. Hoje, os passageiros chegam a esperar até 6 minutos para embarcar em um dos trens da Companhia dos Trens Metropolitanos (CPTM). Eu, por exemplo, já cheguei a esperar até 15 minutos por um trem na linha 8 – Diamante (que vai da Estação Júlio Prestes, no centro de São Paulo, até Itapevi) em dias de semana. Nos finais de semana então, nem se fala. Mas já melhorou bastante.

Algumas estações estão sendo modernizadas. Outras, apenas maquiadas. Mas já podem ser vistos em algumas linhas trens novos, de 8 carros, com ar condicionado, limpos. Com a qualidade que o usuário merece e precisa.

Hoje (07/02/2012) foram entregues 4 trens modernizados para a Linha 8 – Diamante. Durante a solenidade, o Secretário Estadual dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, afirmou que até o final do ano o intervalo entre trens na CPTM será de até 4 minutos, podendo chegar a até 3 minutos no futuro.

Fonte: Rádio Estadão/ESPN (poadcast) e site da CPTM